Skal Clubes Paulistas fazem seu primeiro encontro no dia 10 de março

Publicado em 17/03/2016

Além da confraternização entre os skalegas, na ocasião foi inaugurada a Sala Skal, na sede do SinHoRes em Santos.

A convite de Fernando Torres Andrade, presidente do Skal de Santos e Região, e de Salvador Gonçalves Lopes, presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares – SinHoRes da Baixada Santista e Vale do Ribeira, skalegas reuniram-se para dar início a uma nova fase dos Skal Clubes Paulistas.

"Ficou clara a importância dessa união das cidades, após a visita de Aristides e Walter, de São Paulo. Estávamos com os corações partidos, pois havíamos decidido fechar nosso clube. Não só revertemos a decisão como ficamos muito mais dispostos", afirma Andrade. Essa disposição torna-se evidente com a iniciativa de destinar uma sala para o Skal, na sede do sindicato. "Todo skalega que estiver em nossa cidade e precisar de um espaço para reuniões, ou mesmo para um escritório temporário, poderá usar a Sala Skal. Basta reservar com antecedência" explica o presidente Lopes, que também é past president do Skal Santos.

Mentores dessa retomada do conceito fundamental do Skal, Aristides Cury e Walter Teixeira, presidente e past president do Skal São Paulo, ficaram entusiasmados com tamanha adesão. "O próximo encontro será na capital, depois vamos a Campinas, com delegação ainda maior que os 16 skalegas que desceram a serra hoje” diz Cury.

Após a inauguração, o Skal Santos ofereceu um jantar no restaurante O Costelão, com a descontração que caracteriza os encontros da entidade, em mais de 400 clubes de 87 países.